Pesquisar este blog

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Você sabe quem é Zé Turin?



José Arivaldo Rodrigues, popularmente conhecido como Zé Turin, mineiro, nascido na cidade de Santa Maria do Salto, filho caçula de uma família humilde constituída por dez irmãos, começou a trabalhar muito cedo para ajudar no sustento de sua família, tornou-se um grande empresário e foi reconhecido pela Câmara Municipal de São Paulo, como um legítimo Cidadão Paulistano.
Zé Turin chegou a São Paulo aos 11 anos de idade. A chegada a “nova terra” encheu seu coração de esperança. A partir daí, sua vocação para o comércio falaria mais alto. Era o início de uma jornada de conquistas pessoais, familiares e em prol da comunidade. Sempre trabalhou e estudou. Aos 15 anos, se efetivou no ramo de açougue como operador de caixa, depois se formou como contador, estudou administração de empresas e trabalhou como caixa no Banco Bradesco, sendo promovido à subchefe de serviços em virtude de seus esforços.
Ainda bancário, aceitou o convite de um amigo para gerenciar a casa de carnes MG em Santo Amaro, através de seu trabalho e dedicação foi convidado a construir uma nova empresa de carnes. O espírito empreendedor de Zé Turin criou uma empresa de tradição e respeito em todo o Brasil, o grupo Turin.
Como empresário ajudou a construir creches, auxilia entidades religiosas, hospitais e ONGs, apoia projetos de incentivo à prática de esportes, projetos culturais e educacionais, contribui ativamente, desde o início, com o projeto Paraisópolis Sem Fome, que serviu mais de 80 mil refeições a pessoas carentes da comunidade local, sendo também parceiro do projeto Chance em Paraisópolis, entre outros.
Com essas ações e diversas outras, não menos importantes, Zé Turin recebeu diversos prêmios e homenagens, como: Botina Amarela; Melhor de 2007; Tributo de Gratidão 2007; Oscar de Ouro Internacional dos Vendedores; Marco da Paz; Placa de Agradecimento e Apoio do Estado de São Paulo como empresário de sucesso.

Vereador Antonio Carlos Rodrigues visita a 5ª Mostra Cultural de Paraisópolis.

A 5°Mostra cultural de Paraisópolis recebeu a visita do Vereador Antonio Carlos Rodrigues, Presidente da Mesa Diretora da Câmara Municipal de São Paulo. O vereador costuma visitar, todos os finais de semana alguma comunidade carente ou algum trabalho social, atividade que ajuda seu trabalho na Câmara.
Antonio Carlos assistiu a uma apresentação do grupo Barracão dos Sonhos, visitou as exposições dos artistas Berbela e Estevão, se divertiu em uma peça infantil e participou da abertura do Torneio de Futsal que será disputado por times do bairro.

“Vocês estão fazendo um ótimo trabalho, sem sonhos não somos nada, e é necessário sonhar para mudarmos as situações adversas” disse aos professores e organizadores do evento.












“Rugby para todos” no Campo do Palmeirinha


Parece futebol americano, mais não é. Rugby é a nova sensação em Paraisópolis.
O Rugby foi criado pelo inglês Willian Webb-Elis há 100 anos. No Brasil, o esporte não se popularizou como o futebol, mas nos últimos anos tem ganhado inúmeros admiradores, prova disso é o projeto “Rugby para todos”, uma iniciativa de Fabrício Kobashi e Mauricio Draghi, jogadores profissionais.
Os atletas atuam em Paraisópolis desde 2004. O projeto começou inicialmente com 60 alunos e já atendeu mais de 500 jovens. “Nossa proposta é educacional, queremos formar o caráter dessas crianças e passar bons valores”, explica Fabricio. Para praticar o esporte é necessário que o jovem esteja estudando.
Desde abril de 2010, o Bandeirante RC fornece 80 lanches, complementando a prática esportiva com uma boa alimentação. Os treinos são realizados as terças e quintas de manhã e de tarde, para que todos possam participar. Todas as crianças têm acesso a psicólogo, preparador físico e pedagogo.
“É um esporte instintivo, que usa velocidade e força. Exige certa agressividade, mas controlada. Aqui eles não têm medo do contato, só temos de ensiná-los a dosar. Costumo dizer que o rúgbi é um esporte de animais praticado por cavalheiros. É muito disciplinado e jogado em equipe.” Comentam os instrutores.
O esporte tem dado perspectiva para o futuro e ajudado a melhorar a auto-estima de dezenas de jovens, além de ajudar no desenvolvimento da coordenação, disciplina e do trabalho em equipe.
A estrutura teve considerável melhora, porém, o projeto não tem como manter os jovens que começam a despontar. Assim, a partir dos 15 anos, caso alguém queira se dedicar mais à modalidade é prontamente encaminhado a um clube parceiro. “Tentamos garantir o mínimo para que o jovem possa treinar. Às vezes, nem dinheiro para o transporte ele tem”, diz Fabrício.
O projeto já produziu um grande resultado, David tem 18 anos é um dos alunos mais aplicados. Entrou recentemente para a seleção brasileira de Rugby, e viajou para disputar uma partida contra a Argentina.
As matriculas são gratuitas e não há cobrança de qualquer tipo de mensalidade Para participar do projeto é necessário que o interessado esteja estudando e se apresente no campo do Palmeirinha as terças e quintas as 14:hS acompanhado de um adulto responsável portando comprovante de residência, RG do aluno e RG e CPF próprio.

Presidente Lula inaugura 240 unidades habitacionais em Paraisópolis

O anúncio da vinda, do Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva para inaugurar as 240 novas unidades habitacionais que fazem parte das obras de urbanização agitou o dia a dia dos moradores de Paraisópolis, nos dias em que antecederam a cerimônia de inauguração das novas moradias, o assunto principal dos moradores era a visita do presidente.
No começo da tarde
do dia 31 de Agosto, em plena terça-feira, pouco a pouco os moradores começaram a che
gar ao local onde seria realizado o evento. Um forte esquema de segurança foi montado para controlar a entrada de quem participaria da cerimônia. A união dos moradores de Paraisópolis também reservou uma área Vip próxima ao palco para comerciantes e representantes das instituições que atuam no bairro. A abertura do evento ficou por conta do cantor de forró Carlos Marony, que descontraiu o povo até a chegada das autoridades públicas. A expectativa era notória em cada rosto das cerca de três mil pessoas que participavam do evento. Enquanto isso o Presidente Lula (PT) acompanha
do do governador de São Paulo Alberto Goldman (PSDB) e do prefeito da cidade, Gilberto Kassab (DEM) visitava os apartamentos das novas unidades recém cons
truídas do CDHU.
Depois da vistoria realizada nas novas moradias, eles foram chamados ao palco, o primeiro a falar foi o presidente da União de Moradores Gilson Rodrigues que falou das mudanças ocorridas nos últimos anos na comunidade e também agradeceu ao Presidente Lula pelo terno doado para o leilão organizado pelo cabeleireiro Wanderley Nunes, para ajudar o projeto Escola do Povo, a erradicar o analfabetismo em Paraisópolis ele também chamou Kassab de amigo de Paraisópolis.
A presidenta da Caixa Econômica Federal (CEF), Maria Fernanda Ramos Coelho falou em seguida sobre os valores dos empréstimos que foram feitos para construção das novas Moradias. Em seguida, quando foi anunciada a vez do prefeito da cidade Gilberto Kassab (DEM) falar, a população começou a vaiá-lo, isso também ocorreu durante vários momentos do seu discurso enquanto tentava falar das obras e investimentos que a prefeitura fez na comunidade. Kassab até tentou abrandar a população quando pediu qu
e os moradores dessem uma salva de palmas para Paraisópolis e para o presidente Lula, mas os moradores, não paravam de vaiá-lo, o prefeito com muita técnica acabou finalizando o seu discurso.
O Governador Alberto Goldman (PSDB), defendeu as novas formas nas quais as moradias populares estão sendo construídas, ou seja, no local original de moradia da população e não em loteamentos afastados do local de trabalho deles como eram feitos antigamente, ele também falou dos investimentos que o Estado tem destinado a comunidade e também do novo metrô que atendera a comunidade. Também foi assinado pela Presidenta da Caixa Econômico Federal e pelo Governador e o Prefeito, um contrato de expansão da nova Linha 17-Ouro do Metrô, cujo valor previsto é de R$ 3,17 bilhões.
O presidente Lula começou seu discurso elogiando a qualidade dos apartamentos que acabara de visitar e afirmou. "Todo mundo gosta de ter azulejo em sua cozinha e lajota em sua casa, não é possível imaginar que nós não gostamos de coisa boa." Acrescentando disse: agora os moradores das coberturas do Morumbi não vão mais se envergonhar ao olhar para Paraisópolis. Lula disse ainda que as obras de urbanização da favela é uma reparação do "descaso de décadas".
Também elogiou e agradeceu a iniciativa do cabeleireiro Wanderley Nunes ao realizar leilão beneficente, na qual o presidente doou seu terno da posse do seu primeiro mandato em 2003. "Eu só dei o terno para leiloar. A meia já estava gasta e a gravata desapareceu", brincou.
Lula também ganhou de presente uma camisa personalizada da Fiel Paraisópolis (torcida organizada do Corinthians na comunidade) que em homenagem a vinda do presidente hasteou uma bandeira enorme do Corinthians e um muro alto próximo ao palco.
Vendo as placas de pedidos e manifestações dos moradores, Lula afirmou que os governantes não devem “achar ruim” manifestação de protesto e reivindicação da população. "Eu já estou vendo placa reivindicando creche, hospital. Essas coisas vão acontecer. Nós que som
os governantes não temos que achar ruim. Cada vez que ver uma placa dessas, tem que voltar para casa e dizer: “Preciso fazer mais” disse o presidente.
Depois de ser entregue as chaves dos apartamentos aos moradores o presidente Lula deu o microfone a um repentista que lhe fez uma homenagem cantada que causou muita polêmica na mídia. "Lula é muito gentil. Hoje se acha presente. Caetés mandou aviso, tu eis muito competente. Dilma vai ser à frente e o Lula vem novamente".
Lula saiu sem dar entrevista direto para o Hospital São Luiz aonde iria visitar o neto Pedro, que acabara de nascer e também participar das comemorações do centenário do Corinthians.

Paulo Skaf visita Paraisópolis



O candidato ao governo de São Paulo Paulo Skaf (PSB) esteve em Paraisópolis no dia 11 de setembro para mais uma rodada de entrevistas promovida pela direção da rádio comunitária Nova Paraisópolis. Depois das entrevistas, Skaf visitou comércios e conversou com os vendedores na feira. Também esteve com ele, o jornalista e agora candidato a Deputado Estadual Otavio Demasi.

Palmeirinha ganha campeonato Municipal Sub-17 no Pacaembu



O Time do Palmeirinha formado por jovens de 16 e 17 anos, ganhou no dia 15 de agosto, o Campeonato Municipal Sub-17 no Estádio do Pacaembu. Depois de um ano de disputas com mais de 200 equipes de várias regiões da cidade, o
time mais jovem do Palmeirinha representou muito bem a comunidade de Paraisópolis.
A equipe havia pisado pela primeira vez em um estádio como o Pacaembu e enfrentou o time leões do Recanto de Pirituba, zona oeste de São Paulo. O Capitão Gulit foi expulso no início do segundo tempo e Luan, camisa 10, fez o primeiro gol. A partida foi para as penalidades e o goleiro Diogo defendeu dois pênaltis, garantindo a vitória da equipe de 4X2. O time agora disputará o campeonato estadual na mesma categoria. O presidente da APP, Chiquinho agradeceu o desempenho da equipe que, durante todo o campeonato, se empenhou. O técnico Bruno e seu auxiliar Seu Tino parabenizou a equipe que, mesmo sem patrocínio, conseguiu a vitória.

Leilão beneficente arrecada 4 milhões para projeto Escola do Povo em Paraisópolis



O cabelereiro Wanderley Nunes, organizou um leilão beneficente em prol do projeto educacional Escola do Povo, criado por Gilson Rodrigues, presidente da União dos Moradores. A matéria publicada pelo jornal Folha de São Paulo do dia 7 de Julho em se que anunciou a doação do boné do cantor Bono Vox da banda U2, ajudou a chamar a atenção de doadores. Luciana Gimenez doou uma jaqueta Gucci e uma guitarra que pertenceu ao Mick Jagger, Ana Botafogo deu sapatilhas e Carlos Alberto de Nóbrega mandou o banco usado no cenário do programa A Praça É Nossa. O presidente Lula doou o terno que ele usou na primeira posse, em 2003 e o jogador Kaká enviou uma camisa do Brasil autografada pelos jogadores da seleção. O leilão foi apresentado pelo jornalista Chico Pinheiro no palco do restaurante Buddah Bar, na Daslu e contou com a participação da primeira dama Maria Letícia que ganhou o título de madrinha do evento. Os objetos de desejos mais disputados nos lances foram a guitarra assinada por Mick Jagger, as roupas de Jesus Luz e as camisas da seleção autografadas por Kaká, Ronaldo e Pelé. Ao todo o leilão arrecadou R$ 2,133 milhões e teria e teria finalizado neste valor, se o empresário Eike Batista não tivesse dobrado o valor para R$ 4,266 milhões. Com o resultado do leilão o presidente da União dos Moradores, Gilson Rodrigues tem agora uma importante missão, alfabetizar 12 mil moradores entre jovens e adultos para quem foi doado o dinheiro e acabar de vez com o analfabetismo em Paraisópolis.

Kassab inaugura Rádio Comunitária Nova Paraisópolis



A Rádio Comunitária Nova Paraisópolis foi inaugurada no dia 16 de agosto. Na inauguração, prefeito Gilberto Kassab, participou de um debate ao vivo, mediado por Gilson Rodrigues, presidente da União dos Moradores de Paraisópolis. Kassab foi questionado sobre as obras de urbanização, falta de vagas nas escolas e sobre o atendimen
to na área da saúde, entre outros temas. O prefeito se comprometeu a investir em regularização de habitação, em educação, saúde e infra-estrutura dizendo que até 2012, será investido R$ 1 bilhão em Paraisópolis, e que a comunidade terá sua estação de Metrô.

A Nova Paraisópolis é sintonizada na faixa 87,5 FM e terá um alcance de um raio de 1 km na região. Será transmitido de uma antena situada a 657 metros do estúdio localizado na parte alta do Escadão, um dos novos acessos da comunidade, próximo a Av. Giovanni Gronchi.
Através deste veículo de comunicação, será possível propiciar aos moradores acesso à informação, cultura, educação, lazer e entretenimento.
Parabéns a todos que direta ou indiretamente contribuíram durante os últimos 10 anos para mais essa conquista.

José Serra reivindica obras em Paraisópolis


Uma semana depois da visita da adversária petista a comunidade, o candidato do PSDB à Presidência, José Serra, esteve no dia 19 de setembro em Paraisópolis, Serra chegou em companhia do candidato ao governo de São Paulo pelo PSDB, Geraldo Alckmin, e do prefeito, Gilberto Kassab (DEM).
No passeio pelo centro da comunidade, Serra visitou o Sacolão Economia, fez uma pausa para tomar café com leite na Padaria RJ, conversou com os moradores, jogou sinuca em um bar na
Rua Melchior Giola e seguiu para o novo conjunto habitacional recém- inaugurado.
Em entrevista, Serra falou de propostas para a área da habitação. “A solução para as comunidades mais pobres do Brasil é transformá-las em bairros. E foi o que eu fiz aqui” disse o candidato do PSDB à presidência.
Quando questionado se ele estaria na região para reivindicar a autoria de obras na comunidade, Serra disse que a gestão do PSDB foi a responsável em “transformar a favela em bairro” e acusou o PT de se autodenominar autor de projetos no local. “Inclusive, teve a inauguração de um conjunto habitacional nosso que eles vieram inaugurar”, criticou. O tucano fazia referência a 240 unidades habitacionais inauguradas em agosto deste ano pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
Quando a petista Dilma Rousseff esteve na comunidade disse que a maior parte dos recursos investidos nas obras do local era proveniente, do governo federal .“Nós fizemos tudo em Paraisópolis. Aqui, em matéria de PT, de governo federal, o que foi feito é próximo a zero”, defendeu Serra. "Quando entrei na prefeitura, tinha quatro escolas (em Paraisópolis), duas eram de lata. Hoje são 14 escolas, incluindo uma escola técnica (ETEC)", concluiu Serra.

Incêndio causa pânico no Grotão



No dia 14 de outubro por volta das 21h, 25 barracos foram atingidos por um incêndio que deixou 35 famílias desabrigadas. O local já havia sofrido anos atrás outros dois incêndios. O Corpo de Bombeiros teve dificuldade em chegar ao local por causa das ruas estreitas, oito viaturas entre carros pipas e ambulâncias atenderam a ocorrência.
O fogo começou em um barraco na parte baixa do morro, o tempo seco e o vento que faz na região fez com que as chamas se propagassem ainda mais rápido, só deu tempo para os moradores tirarem o que podia, muitos nem isso conseguiram. Os bombeiros ao chegarem, isolaram as áreas que davam acesso ao local. Na rua, dezenas de moradores se aglomeravam tentando saber noticias de familiares e amigos, outros ajudavam as vítimas a salvar o pouco que o fogo não consumiu, as vitimas tiveram que passar a noite na casa de parentes e amigos. O Subprefeito de Campo Limpo Alexandre Margosian, esteve no local para prestar auxilio as famílias. O fogo foi controlado por volta das 22h30. Meia hora depois a defesa civil chegou ao local. No dia seguinte, geladeiras e fogões queimados faziam parte do cenário devastador. Quando nossa equipe chegou ao local as 06hs da manhã presenciamos uma cena muito triste, uma mulher chorava tentando achar os documentos e algo que o fogo não tivesse consumido. O Padre Luciano cedeu o salão paroquial da igreja para abrigar seis famílias que não tinham encontrado local para ficar. Os moradores tomaram a iniciativa de arrecadar alimentos na comunidade para ajudar as vitimas do fogo. Os alimentos que foram doados para as famílias que estavam na igreja, serviram para todos os outros que necessitavam.
Segundo o Padre Luciano, a prefeitura não deu à devida atenção as vitimas. “Não deram cestas básicas e faltou boa vontade em atender as famílias que não tinham para onde irem, faltaram também colchões para algumas famílias” disse o padre. As dificuldades das vitimas do incêndio são várias, nos primeiros dias faltava à liberação de verba por parte da prefeitura para o pagamento do aluguel social, pois os proprietários das casas só liberavam a moradia com a garantia dos pagamentos. Outro problema foi à obtenção do relatório da Defesa Civil que comprova o número de famílias cadastradas no dia da ocorrência, esse documento é necessário para que os moradores consigam tirar novos documentos e justificar os dias que tiveram que faltar nos empregos e aulas das crianças. O JPN foi à paróquia São José para ver como estava a situação das seis famílias, os moradores na ocasião estavam revoltados por causa da falta de auxílio por parte das instituições do bairro e também da prefeitura.

IBGE realiza censo em Paraisópolis



Desde o dia 1° de agosto os recenseadores do IBGE se encontram realizando a pesquisa na comunidade. Com os resultados da nova pesquisa será possível saber a quantidade de habitantes, as informações sobre educação, trabalho, renda, condições de moradia, entre outras. Tudo para mostrar quem somos, onde vivemos e, sobretudo, como vivemos. Enfim, revelar nosso Brasil e até mesmo para orientar o investimento do setor privado. Para se ter uma idéia da importância da pesquisa. O governo não faz nenhuma política pública antes de olhar os dados do Censo, que traz características da educação, trabalho, migração da população e do mercado de trabalho de determinada região
A lei obriga o instituto a manter sigilo individual, só podendo divulgar resultados agregados. Assim, o IBGE nunca pode identificar a resposta de uma pessoa, de uma família ou de uma empresa.
A responsável pelo posto de coleta de dados do IBGE na comunidade, Caroline Tamura pede aos moradores de Paraisópolis que colaborem com os recenseadores. “22 deles são da comunidade e estão tendo dificuldade de entrevistar os moradores. Por favor, colaborem, pois é para seu bem e de todos”.

Dilma Rousseff faz campanha em Paraisópolis



A candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, visitou no ultimo dia 12 a associação de moradores de Paraisópolis onde foi recepcionada pelo presidente da instituição Gilson Rodrigues e sua esposa Juliana Gonçalves presidenta da União de Mulheres de Paraisópolis. Também participaram da reunião diversos moradores da comunidade e comerciantes. Acompanhando Dilma estava o senador Aloizio Mercadante (PT), candidato ao governo de São Paulo; os candidatos ao Senado por São Paulo Marta Suplicy (PT) e Netinho (PC do B) e o presidente nacional do PT, José Eduardo Dutra.
Depois de visitar a União de Moradores Dilma deu uma entrevista à imprensa que a aguardava em frente à união de moradores, ela disse que o assunto mais importante da visita a comunidade era a proposta de campanha de criar melhores condições de infra-estrutura em comunidades carentes e mostrar que isso é possível assim como o que tem sido feito em Paraisópolis. “Eu encontrei uma comunidade com consciência, com um trabalho fantástico de alfabetização. Saio daqui encantada” disse Dilma.
Durante a entrevista, Dilma se negou a responder várias perguntas feitas por jornalistas sobre o tema principal da edição da revista Veja distribuída dois dias antes da visita dela a comunidade. A edição citava um suposto esquema de lobby onde o filho da atual ministra da Casa Civil, Erenice Guerra, teria negociado contratos dos Correios com empresas privadas. Diante da insistência dos repórteres e jornalistas, Dilma voltou a rebater o tema: "Meu querido, eu não vou insistir nesse fato, esses saltos mortais que pegam o fato e querem ligar a mim e no meio não tem nada, eu não vou mais dar combustível para isso. Eu não tenho nada a provar", declarou a candidata encerrando irritada a entrevista.
Depois que Dilma deixou a comunidade o candidato ao governo de São Paulo Aloizio Mercadante e a candidata ao senado Marta Suplicy entrevistaram os moradores para o programa eleitoral gratuito.
Nossa equipe entrevistou o candidato ao governo do Estado Aloizio Mercadante e perguntou qual era a importância de Paraisópolis em sua campanha. Em resposta, Mercadante disse que se vencesse, Paraisópolis seria sua prioridade número um e que logo no primeiro dia do seu mandato tomaria as devidas decisões para mudar a situação da educação na comunidade. “É inadmissível que a menos de três quilômetros da casa do Governador exista a escola que teve o pior resultado do município segundo avaliação do IDEB, se o governo não cuida do quintal de sua casa o que fará com o resto”.

Casa da Amizade faz festa de aniversário de 15 anos no parque Burle Max

O nome por si só diz tudo. As crianças, mães e famílias beneficiadas pela Casa da Amizade se sentem atendidos como amigos.
No dia 21 de Agosto, a Casa da Amizade completou 15 anos de trabalho e a data foi comemorada com uma festa no Parque Burle Max que incluiu atividades recreativas, apresentação do Barracão dos Sonhos, teatro de bonecos e recital de poemas.
A Casa da Amizade é uma organização sem fins lucrativos que, contando com a ajuda de doadores e voluntários, atua na comunidade com atividades educacionais e sociais.
O trabalho sempre foi sustentando no voluntariado, incluindo a construção da sede da fundação em 1995 (hoje chamada de Sala-Sol), concluída em regime de mutirão. Desde então, a entidade promove ações de melhoria na qualidade de vida dos moradores da comunidade e protagonizou algumas conquistas como a construção “da Quadra da Amizade”, que opera desde 2008 com um programa de esportes.
Discutidos em uma reunião de planejamento no início de todo o ano, os projetos desenvolvidos incluem a distribuição de doações de verduras e legumes nos fins de semana, destinados a complementar a dieta alimentar de pelo menos 200 famílias; reforço escolar para as crianças; distribuição de kits de material escolar no início de cada ano; passeios externos a pontos turísticos da cidade; alfabetização para adultos; mostra cultural, envolvendo todas as entidades voltadas a educação no bairro; programa de apoio às gestantes por meio de palestras e distribuição de enxoval, entre outras. A entidade também é membro do “Fórum Multientidades de Paraisópolis”, que reúne as ONGs do bairro com o objetivo de fortalecer os esforços de melhoria da qualidade de vida da região.

Para saber mais visite o site: www.casadaamizade.org.br




















Barracão dos Sonhos comemora 100 anos de ADONIRAN BARBOSA



No ano em que Adoniran Barbosa faria seu centésimo aniversário, a ONG Barracão dos Sonhos oferece em homenagem ao cantor e compositor cursos gratuitos de violão, cavaquinho, percussão, sopro, canto, regência, composição e teoria musical ao som de obras de Adoniran Barbosa. Haverá, uma vez por mês, uma roda de Samba para que os alunos possam mostrar as técnicas que estão aprendendo.
Considerado um dos mais importantes nomes do samba paulista, Adoniran Barbosa compôs sucessos como: Rua dos Gusmões, Despejo na favela, Trem das Onze, Abrigo de Vagabundos, Saudosa Maloca, Bom Dia Tristeza, Iracema e Samba do Arnesto.
As aulas preparatórias já estão acontecendo no ponto de cultura do Barracão às quartas-feiras das 18:30 as 21:00 e aos Sábados das 13: as 16:00 na Rua Deputado Laércio Corte, 111- Paraisópolis. (Rua do Cemitério do Morumbi)
Para mais informações, ligue: 3772-6784 / 9945-0246.

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Abadá-Capoeira no Einstein


No dia 28 de Agosto aconteceram os Jogos da Abadá-Capoeira no Programa Einstein na Comunidade, onde os alunos do Projeto que praticam a Capoeira jogaram com seus companheiros de treino. A apresentação contou com a presença de professores, instrutores e graduados que desenvolvem trabalhos em outras comunidades na cidade de São Paulo. O evento também contou com a presença do Mestrando Peixe Cru que é responsável pela coordenação de todos os trabalhos da Abadá-Capoeira na Capital.
Foram seguidos os critérios de avaliação determinados pela Abadá-Capoeira para os campeonatos como: característica de jogo, ritmo, técnica, desenvolvimento e improviso, plasticidade dos movimentos, etc. Um dos principais objetivos dos Jogos é incentivar que o praticante treine e melhore cada vez mais o seu desenvolvimento e suas habilidades dentro da Capoeira.

Inscrições abertas para a Capoeira para crianças (a partir dos 4 anos de idade) e adolescentes.
Maiores informações:
Programa Einstein na Comunidade
Rua Manuel Antonio Pinto, 285 - Paraisópolis
Coordenador de Esporte: Arnaldo Vicente da Silva
Instrutor da Abadá-Capoeria: Mobi Dick
marcelo_yoneyama@hotmail.com

5ª Mostra Cultura de Paraisopolis bate recorde de público


A 5° edição da Mostra Cultural de Paraisópolis, bateu recorde de público e superou as expectativas. O tema escolhido para este ano foi “Sonhos”. Com empenho e organização impecável, os organizadores do evento fizeram valer o título de maior festa cultural da comunidade. Os educadores e professores das instituições de ensino da comunidade mostraram através dos trabalhos expostos que o que não falta nas crianças e jovens da comunidade são sonhos e muito talento.
A Mostra Cultural foi idealizada em 2006 pelo Grupo de Gestores de Paraisópolis com a idéia de envolver culturalmente a comunidade e estimular o processo de ensino-aprendizagem, além de garantir a integração das escolas e organizações sociais que atuavam no bairro. De lá para cá, a festa cresceu e a cada ano tem se tornado mais divulgada. Com a colaboração da administração do CEU Paraisópolis, a festa ganhou proporções maiores. Neste ano, mais de 70 eventos nas áreas de esportes, educação e cultura foram realizados durante todo o dia, garantindo entretenimento para os mais de 8 mil participantes que prestigiaram o evento. As atividades foram as mais diversas possíveis: balé, capoeira, kung fu, cinema, canto em coral, literatura de cordel, oficinas e exposições.
O JPN parabeniza os profissionais e voluntários responsáveis pela grande festa!

Vila Fundão é campeã da Copa da Paz em Paraisópolis.

Foi em clima de festa que começaram as duas últimas partidas da Copa da Paz. Na primeira partida o Padrinho da Copa da Paz, Zé Maria (ex-jogador da seleção brasileira), deu o ponta pé inicial da disputa pelo 3ºLugar onde o Time da Casa, o Palmeirinha, enfrentou o Vida Loka do Jd.São Luiz. Em campo, as equipes deram um show de bola, houve belas jogadas, mas apesar do esforço dos jogadores do Palmeirinha, o título de 3º Lugar foi para o time Vida Loka que fez a alegria da torcida que acompanhava o torneio.
O jogo da decisão começou com uma grande queima de fogos, nas arquibancadas as torcidas fizeram a festa, de um lado representando a comunidade de Paraisópolis a torcida da Portuguesa se unia com a do Palmeirinha, do outro lado a torcida da Vida Loka se unia com a da Vila Fundão, foi neste clima que foi dado início a grande final da Copa da Paz.




Os jogadores da Portuguesa começaram a partida com muita garra, isso foi demonstrado em campo nas várias disputas de bola, a Lusa marcou com o gol de Edvan Macedo (camisa 09) no primeiro tempo, com muita dificuldade o Vila Fundão empatou com um gol de Tomás (camisa 10) do time, a disputa foi para prorrogação e em seguida para os pênaltis, onde o Vila Fundão venceu de 4x2 depois que o goleiro Edimar defendeu a cobrança do Baratinha (camisa 10) da Portuguesa. A torcida da Vila Fundão fez a festa em campo contando com a presença de seu torcedor mais ilustre: o Mano Brown dos Racionais MC's.
A festa da grande final da Copa da Paz teve também a cobertura da rede Record de TV, além de Jornais como o Gazeta Esportiva.

O destaque desta edição da Copa da Paz foi sem dúvida nenhuma a organização das equipes e a alegria das torcidas organizadas, com destaque para a torcida da Vida Loka do Jd. São Luiz, que com o som da bateria, hinos e gritos de guerras deram um show de entusiasmo nas arquibancadas.
Dos times da comunidade de Paraisópolis o destaque vai para as torcidas do Palmeirinha e da Portuguesa que se destacam por sua fidelidade ao time. A Copa da Paz teve o apoio do Jornal Paraisópolis News que parabeniza a todos os organizadores pela grande festa!

Transcontinental FM dá Show Solidariedade no Campo do Palmeirinha



A rádio que mais produz eventos na cidade, a Transcontinental FM, realizou no último domingo show beneficente para arrecadar alimentos em prol das vítimas das enchentes de Pernambuco e Alagoas.
O show faz parte da campanha “SOS Nordeste” que a rádio está realizando em vários bairros da cidade de São Paulo. Em Paraisópolis, o show arrecadou 1.5 toneladas de alimentos e também contribuiu para a Campanha do Agasalho 2010 arrecadando centenas de peças.
O show contou com a presença dos grupos: Arte Popular, Novo Tema, Novo Conceito, Doce Presença, Pique Novo, Fino Trato, Eder Miguel e Banda, Mc Naldo e também rolou funk na festa representado pelo Mc Sacana, Mc Furlan, Mc Pablo e quebrando tudo DJ Alam. Cerca de 4 mil pessoas participaram da festa durante todo o dia.
Os comerciantes de Paraisópolis contribuíram com a campanha “SOS Nordeste” fazendo doações e apoiando os organizadores do evento.
Os colaboradores do evento também desempenharam um ótimo trabalho não deixando faltar nenhum requisito em termos de organização, segurança e eficiência. Também esteve presente, a candidata a Deputada Federal Ana Paula Junqueira e o Candidato a Deputado Estadual Pelé Problema.




Governo e Prefeitura confirmam: Paraisópolis terá Metrô

Na tarde do último dia 30 de Junho, o governador Alberto Goldman juntamente com o secretário municipal de Desenvolvimento Urbano, Miguel Bucalem que na ocasião do evento representou o prefeito Gilberto Kassab, juntamente com demais autoridades públicas da capital paulista, assinaram o contrato de cooperação técnica e financeira que pretende viabilizar serviços para a construção da nova Linha 17 - Ouro do Metrô que terá cerca de 21,5 quilômetros de extensão com 19 estações.




Diversos membros do secretariado municipal estiveram presentes na solenidade: Elton Santa Fé Zacarias, secretário de Infra-Estrutura e obras; Marcelo Cardinale Branco, secretário de Transportes; Rubens Chammas, secretário de Planejamento; e Eduardo Jorge, secretário do Verde e do Meio Ambiente.
A assinatura do convênio pelo Estado e a Prefeitura para a construção da Linha 17 - Ouro do Metrô põe fim às dúvidas que se instalaram nas mentes dos moradores do bairro. Todo o problema começou depois que a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) anunciou a exclusão do estádio do Morumbi para sede Copa do Mundo de 2014. Na ocasião a Secretaria dos Transportes Metropolitanos chegou a afirmar que “todas as linhas seriam prioritárias” e que os investimentos para construção da linha 17 – Ouro, seriam mantidos, mas que o trecho que atenderia a região do estádio do Morumbi, da qual Paraisópolis faz parte, ficaria por último. A notícia levantou um grande alarde e discussões por pessoas que representam entidades e instituições do bairro que já contavam com a implantação da nova linha do metrô, não só como complemento de estrutura para a realização da copa de 2014, mas também como parte da futura estrutura comercial do bairro do Morumbi. Com a chegada do metrô ao bairro do Morumbi, os imóveis da região que já possuem um dos metros quadrados mais valorizados da cidade de São Paulo aumentariam ainda mais.

Gilson Rodrigues, presidente da União dos Moradores e do Comércio de Paraisópolis foi o porta-voz do apelo dos moradores das várias classes sociais do bairro do Morumbi, em carta aberta enviada ao Governador Alberto Goldman.


No dia 21 de Junho de 2010, o presidente da entidade relatou as dificuldades que a região sofre com os problemas relacionados ao trânsito denunciando o descaso do governo por décadas para o problema no bairro. Na carta enviada ao Governador de São Paulo também foi anunciada a convocação de 20 deputados estaduais com trabalho na região e a participação de dezenas de vereadores além de deputados federais e senadores para realização de uma audiência pública na Assembléia Estadual com a presença dos representantes do metrô para discutir o assunto.
O assunto dos problemas do trânsito também ganhou espaço na rede mundial de computadores. No dia 24 de Junho (dois dias após o envio da carta ao governador) a equipe de jornalismo da TV UOL fez uma matéria juntamente com um vídeo mostrando lideranças comunitárias e moradores de Paraisópolis reclamando da superlotação que há nas lotações responsáveis pelo transporte da comunidade. No vídeo, os entrevistados afirmavam que os passageiros das lotações de Paraisópolis demoravam mais de 30min esperando no ponto para poderem tomar a condução e que para irem sentados deveriam ter que esperar, às vezes, até 1hora em pé no ponto final. Depois de tanta “pressão” o Governo do Estado anunciou a assinatura do convênio que foi realizado no CEU Paraisópolis.
No evento realizado em Paraisópolis, o Governador Alberto Goldman deu a sua versão para a assinatura do convênio a dizer que faltava só a assinatura da Assembléia Legislativa que autoriza o poder executivo a buscar recursos tanto interno como externo para custear a obra.
Na sexta-feira do dia 25 de Junho, o governador sancionou o projeto de lei que autoriza o Estado a obter financiamentos nacionais e internacionais para a construção da Linha 17 - Ouro. A lei prevê um empréstimo de R$ 1,082 bilhão junto à Caixa Econômica Federal e de cerca de R$ 250 milhões do BNDES para a construção da nova linha, que está orçada em R$ 3,17 bilhões e contará ainda com recursos da Prefeitura (R$ 334,5 milhões) e do Estado (R$ 1,5 bilhão) quase metade do valor da obra. O governador Alberto Goldman deixou claro que o Governo Federal não cedeu dinheiro para a construção da obra, apenas emprestou através da Caixa Econômica Federal e do BNDS, “Não recebemos nada de ninguém, teremos de pagar o que pedimos emprestado e com juros”, repetiu ele diversas vezes. O governador também disse que a licitação do projeto deve ser iniciada até o final deste ano e que a entrega da Linha 17 - Ouro está prevista para 2013. A equipe do Jornal Paraisópolis News esteve presente no evento e fez a seguinte pergunta ao Governador Alberto Goldman: “Governador Alberto Goldman, a população pode ficar tranqüila e terá mesmo metrô em Paraisópolis?”, “Só não me cobrem data, estamos apenas começando, terá sim metrô em Paraisópolis”, respondeu o governador.

Paraisópolis tem as duas piores escolas da cidade.


Nas últimas avaliações do Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) que é realizado a cada dois anos, a comunidade de Paraisópolis chamou a atenção para um fato alarmante: duas escolas que atendem a comunidade tiveram as menores notas de toda à cidade de São Paulo.
O resultado da pesquisa foi divulgado no dia 5 de julho, pelo índice vemos que a pior escola municipal do 1º ao 5º ano na capital paulista é a Paulo Freire obtendo 3,1 pontos; já na rede estadual o último lugar do 6º ao 9º ano ficou para o colégio Etelvina de Góes Marcucci, 2,6 pontos, já o colégio vizinho, o Maria Zilda ficou com 3,8 na avaliação.
O resultado do Ideb traz à tona a realidade do descaso com que a educação e o futuro de centenas de crianças e jovens da comunidade de Paraisópolis vêm sendo tratada, em especial no colégio Etelvina. Os problemas são vários e já ocorrem há anos. É o que mostra o mesmo estudo do Ideb realizado em 2007 onde a nota do colégio foi de 2,9 pontos.
Falta perspectiva de vida para a maioria dos jovens da comunidade, muitos alunos não sabem a razão de estudar, a desmotivação para aprender é total. Outro problema que também atinge aos jovens da comunidade é o fato de não haver programas culturais e educacionais que dêem suporte e incentivo para que eles gostem de aprender, e a maioria não está preparada para corresponder as exigências do mercado de trabalho atual.
Os professores ganham mal, e muitos não estão preparados para encarar a realidade em que vivem os jovens de Paraisópolis.
A situação em que se encontra a estrutura do prédio do colégio Etelvina é deplorável. Os banheiros estão em péssimas condições de higiene, não há iluminação nas quadras, falta merenda escolar, algumas lousas estão trincadas, as carteiras estão todas riscadas, os ventiladores quebrados, os vidros das janelas já não protegem os alunos do frio, pois muitos estão quebrados e há freqüente falta de funcionários.
É comum encontrarmos alunos do 6° ao 9° ano sem saberem as operações básicas de matemática como subtrair ou dividir, isso sem falar da incapacidade de redigir uma redação, uma das exigências principais para conseguir um trabalho.
O ponto máximo dos problemas do colégio Etelvina se deu quando em uma sexta-feira (dia em que a maioria dos alunos não comparece as aulas), a diretora Sofia Elena Baccari suspendeu as aulas pela pequena quantidade de alunos presentes, dispensou-os e fechou os portões.
Pais de alunos chamaram a imprensa que constatou a denúncia. No dia seguinte, o problema se repercutiu na mídia jornalística.
A diretora do colégio Etelvina não é bem encarada pela comunidade. Em 2008, o povo recorreu a União dos Moradores do bairro procurando providências, conseguiram afastá-la por alguns meses da direção, no entanto até hoje as desavenças acontecem. A União dos Moradores está recorrendo à Secretaria de Educação, para realizar uma reunião com a Diretoria Regional de Ensino para discutirem a situação da educação oferecida nas escolas públicas do nosso bairro.

Igreja Anglicana inaugura creche em Paraisópolis


O Instituto Anglicano inaugurou no dia 4 de julho sua mais nova creche com capacidade para atender 250 crianças. O terreno possui 3.700m² de área construída, com cozinha espaçosa e bem equipada, as salas das crianças são muito coloridas e decoradas com imagens dos personagens da turma da Mônica. Ao todo foram investidos R$ 2,6 milhões para a construção do imóvel, doados por empresas e instituições como a TAM e a Justiça Federal.
O Instituto Anglicano já contava com dois Centros de Educação Infantil que atendiam a 360 crianças de 0 a 5 anos, situados em dois bairros carentes do município de São Paulo (Vila Brasilândia e Jaguaré). Com a nova unidade inaugurada na comunidade de Paraisópolis o instituto passa a atender ao todo 610 crianças.

Estiveram presentes no evento de inauguração as atrizes Regina Duarte e sua filha Gabriela Duarte, a jornalista e apresentadora Mariana Godói do SPTV da rede Globo, o Juiz Federal Dr.Fausto Martin de Sanctis e o Reverendo Aldo Quintão - presidente do Instituto Anglicano - juntamente com sua esposa Ana Paula Quintão. Alguns convidados não participaram do evento por conta de outros compromissos, foi o caso do Prefeito Gilberto Kassab e o Secretário Municipal da Educação, Alexandre Alves Schneider, que foram representados no evento por assessores. Outra personalidade que não pode comparecer ao evento foi o cartunista Maurício de Souza, mas foi muito bem representado pela Turma da Mônica que fez a alegria das crianças e adultos presentes na festa.

Festa dos cabeleireiros Val e Coffer no Salão de Festas Rosely.




Todos os anos, o “Salão de Cabeleireiros Val e Coffer Design” realizam a festa mais chique da comunidade de Paraisópolis para seus clientes e amigos. Na sua 6ª edição, a festa teve parceria com a loja de roupas Mira Modas Boutique, uma das mais conceituadas no ramo da moda na comunidade.
O evento foi realizado no Salão de Festas Rosely, o local foi escolhido por ter a estrutura ideal para se fazer um evento de qualidade que comportasse a grande quantidade de clientes do Salão Val e Coffer Design.
O desfile nesse ano foi diferenciado, as meninas desfilaram maravilhosamente bem. Tudo para aparecerem nas fotos do Almir Martins, fotógrafo da revista Caras e também de outras revistas do mesmo segmento, que trabalhava no evento. Para abrigar a festa deste ano o Salão de Festas Rosely montou uma estrutura especial, incluindo camarim e até pista de dança. O que não faltou mesmo foi descontração e alegria por conta dos participantes.


Perfeito para sua festa.

O Salão de Festas Rosely tem a estrutura perfeita para você realizar sua festa, além de uma equipe completa para dar apoio e atendimento para os seus convidados, você não vai precisar se preocupar com nada! O salão dispõe de brinquedos e monitores para as crianças, você se diverte sem precisar se preocupar com os seus filhos. O salão ainda conta com seguranças e garçons além de assessoria para dar dicas de como realizar sua festa de casamento, aniversário ou eventos diversos.

Especial Festas Juninas em Paraisópolis


A comunidade de Paraisópolis, afamada por alojar grande parte dos migrantes nordestinos, mostra tradição nas festas juninas e muita alegria. A maioria das instituições, tanto religiosas como educacionais da comunidade, faz sua festa. Seja para as crianças ou para os adultos a época das festas juninas é uma das mais divertidas na comunidade, reunindo muitas vezes centenas de moradores, como é o caso do tradicional Bingo da Igreja Católica São José. Nossa equipe participou de quatro das melhores festas, e registrou tudo o que aconteceu.

Quermesse da Igreja Católica.

A maior Festa Junina de Paraisópolis é a da Igreja Católica São José, que neste ano bateu o recorde de público, mais de 5 mil pessoas participaram do já tradicional Bingo realizado há anos para a construção do prédio que já está em fase de acabamento. O motivo para que tanta gente participasse do Bingo neste ano, foi o sorteio da Moto CB 300R novinha, que foi ganha pelo morador Rafael Paulino. Outros três prêmios foram sorteados, Henrrique Batista ganhou um microondas, George Lins ganhou um fogão de quatro bocas e Rogério Mascarenha, de 10 anos, ganhou um celular da Samsung. Após o bingo, a festa foi feita pela presença do cantor de forró Ivan Melo e o tecladista Tarcisio. O padre Luciano agradeceu a colaboração de todos os que participaram comprando as cartelas e as comidas.

Quermesse no Colombo

A comunidade do Jardim Colombo que também faz parte do complexo do bairro de Paraisópolis, fez uma grande quermesse no dia 19 de junho. Organizada pela União de Moradores da Comunidade, a festa foi bem organizada e com grande variedade de shows que garantiram o sucesso do evento. A festa foi marcada pela a presença da banda Buzão do Forró, grupo Raro Swing, Desejo de Paixão, Garotas Fantásticas, Forró do Zé e a dupla sertaneja Edson e Fabiano e com a presença da radialista Vilma da Rádio Terra. A locução da festa ficou por conta da voz de Genivaldo Santos e a organização do evento por Raimundo, responsável pela área de esporte da União de Moradores. Participaram do evento cerca de 1.500 moradores, a festa rolou até as 5 horas da manhã.

Quermesse CEU Paraisópolis

Como no ano passado, a quermesse do CEU Paraisópolis deste ano contou com a presença dos pais e alunos das duas escolas localizadas dentro da instituição. As crianças divertiram-se nas várias brincadeiras das barracas que foram montadas no local; houve também um bingo, realizado no teatro, com muitos prêmios e brindes sorteados; não faltaram comidas típicas juninas, e muita diversão na hora da apresentação das quadrilhas dos pequenos alunos. A direção do CEU Paraisópolis agradeceu aos comerciantes de Paraisópolis pelos alimentos doados para a grande festa que foi realizada.

Escola do Povo recebe ajuda do cantor Bono do U2.

A Escola do Povo (projeto de educação da união dos moradores de Paraisópolis) recebeu do cantor Bono, da banda irlandesa U2, a doação de um boné verde com a dedicatória "Amor e Pizza" feita pelo astro. O boné do cantor será leiloado no mês de agosto na cidade de São Paulo, e tem como organizador do evento Wanderley Nunes, cabeleireiro do presidente Lula e da primeira-dama Marisa Letícia, o cabeleireiro também tem como clientes artistas como Claudia Raia e Rodrigo Santoro. O lance mínimo do leilão pela peça deverá ser de R$ 10 mil.

Dengue deixa em estado de alerta a região do Grotão.


A região do Grotão está se tornando um depósito de lixo a céu aberto, condição ideal para que o mosquito da dengue se prolifere. Nossa equipe de reportagem foi ao local acompanhada de um morador que mostrou a situação em que se encontra a área.
Na encosta do morro moravam várias famílias anos atrás, mas por causa de dois incêndios e a ameaça de desabamento do terreno, os barracos foram todos removidos pela prefeitura para outro local, agora a região está abandonada à espera das futuras obras da urbanização, o mato cresceu e muitos moradores passaram a jogar entulho e lixo doméstico no local. O local está propício para a proliferação da larva do mosquito da dengue (Aedes Aegypti). Latas, baldes, garrafas pet, vasos sanitários quebrados, pneus e tampas são apenas alguns dos tipos de recipientes jogados no local que, com a água da chuva enche e armazena a água parada.
O bairro do Morumbi está na lista dos locais em que os casos de dengue têm sido bastante notificados. Só neste ano, 123 pessoas contraíram a doença na região do Butantã, e em toda a cidade já foram registradas 98 mortes pela doença.
A Subprefeitura de Campo Limpo fez a nebulização durante o mês de maio em várias casas e ruas do bairro Paraisópolis, no entanto a região do Grotão está se tornando o local perfeito para o crescimento do mosquito da dengue.
O mosquito Aedes aegypti , transmissor da doença, se prolifera em ambientes com água parada.

Fique atento: evite o acúmulo de água nos pratinhos dos vasos de plantas; não acumule lixo e entulho em casa ou em terrenos baldios; guarde os vasos de plantas e os baldes sempre de boca para baixo e mantenha caixas d'água bem fechadas.
Se todos os moradores fizerem a sua parte, Paraisópolis será um local em que o mosquito da dengue não terá vez.

Atenção aos sintomas da dengue:
Os sintomas mais comuns da dengue são febre, dores no corpo (sobretudo nas articulações), dor atrás dos olhos, muito cansaço, perda de apetite e paladar, náuseas, tonturas e vômitos e dor de cabeça. Podem também aparecer manchas vermelhas pelo corpo e, em alguns casos, sangramento, principalmente nas gengivas. Procure o médico, se apresentar sintomas da doença.

Brasiliense é o campeão da Copa Paraisópolis 2010.


No dia 27 de Junho foi realizada no Campo do Palmeirinha a grande Final da Copa Paraisópolis. Os dois times da comunidade que tiveram o melhor desempenho durante todo o campeonato (Brasiliense e Paraná) disputaram a partida numa briga acirrada para levar o troféu e o prêmio de R$ 3.000,00 para casa. O Brasiliense venceu de 4x1 o Paraná.
O Brasiliense foi criado em 2002 e seus integrantes são todos do estado da Bahia, e tem como técnico o baiano José Alécio, mais conhecido como Léo Catuaba. Este, luta bastante para manter o time que não tem patrocinador desde a sua fundação. Mas a falta de patrocínio não impediu o Brasiliense de seguir invicto durante todo o campeonato. É do Brasiliense o melhor jogador e artilheiro da Copa Paraisópolis 2010, Leke (camisa 10), ele fez três gols em cima do Paraná. Mas a jogada destaque da partida foi o gol de bicicleta feito por Eli (camisa 8) do Brasiliense aos 33 minutos do segundo tempo, o que garantiu a alegria da torcida do time nas arquibancadas.
O Paraná, que tem o patrocínio da Casa de Carnes Nogueira, ainda teve várias chances de descontar o placar depois que fez um gol aos 9 minutos do segundo tempo, no entanto foram todas desperdiçadas, mas mesmo assim o time não saiu de mãos vazias, levou para casa o troféu de 2º lugar, o prêmio de R$ 1.000,00 em dinheiro e uma medalha para cada um dos jogadores. Recebeu o troféu de melhor Goleiro da Copa Paraisópolis 2010 o goleiro Jeferson, do time do Palmeirinha.
No final da partida os jogadores dos dois times se cumprimentaram e se abraçaram, mostrando que o que vale mesmo é a amizade e o prazer de jogar um bom futebol. Chiquinho do Palmeirinha ao premiar os ganhadores, agradeceu em discurso a todos os envolvidos na organização do campeonato, desde os meninos que marcam o campo com gesso até os técnicos dos times da comunidade que foram responsáveis pela bonita festa que foi a Copa Paraisópolis 2010.

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Berbela, o Maluco Beleza do Morumbi








Um dos maiores orgulhos da comunidade de Paraisópolis é, sem dúvida, possuir como morador o artista Antônio Edinaldo da Silva de 45 anos, o Berbela.

O Maluco Beleza do Morumbi, como é chamado pela mídia, é inteligente e criativo ao extremo. Na serralheria onde trabalha, Berbela transforma os restos de sucata em belas réplicas de animais, plantas e personagens. Tudo é reaproveitado, desde parafusos a velas de carro, tudo ganha vida nas mãos de Berbela.


O apelido “Berbela” foi dado por um colega quando trabalhavam juntos em um posto de gasolina em Pernambuco, estado de origem do artista, já a fama de “Maluco Beleza” veio através de um jornalista que ao avistá-lo durante um dos seus vários passeios noturnos, que faz até hoje pelo o bairro do Morumbi em sua motocicleta enfeitada com luzinhas, ficou muito impressionado.Era uma matéria na certa, na ocasião Berbela estava ouvindo no seu cd player instalado na motocicleta, músicas do seu cantor favorito Raul Seixas.

Depois de aparecer na mídia suas criações já foram temas de diversas matérias de jornais e revistas de grande circulação da cidade. Suas criações também já são conhecidas mundo a fora através de revistas internacionais. Isso sem falar das diversas vezes em que o de Berbela foi exibido nos programas de TV.


A admiração de Berbela pela reciclagem nasceu em 2001, quando viu em um programa de TV uma matéria sobre um senhor de idade que usava os materiais de sua oficina mecânica para transformar em pequenas réplicas de animais. Berbela gostou da idéia e passou a fazer o mesmo. De lá pra cá, não passa um dia sem trabalhar em suas criações artísticas, que já ultrapassam as do mecânico que o inspirou, chegando a quase 3 mil obras.

Com a grande quantidade de réplicas, Berbela vive agora um grande problema: falta conseguir um espaço dentro de Paraisópolis para que ele possa expor seus trabalhos e o público aprecie. A sua oficina já não comporta tantas criações, limitando o artista a ter que fazer obras em tamanho menor.

Faz parte dos sonhos do artista, desenvolver trabalhos sociais com crianças da comunidade e ensiná-las o seu oficio. Quando perguntado sobre o que espera do futuro o “Maluco Beleza do Morumbi” responde ao Jornal Paraisópolis News: “Quero fazer coisas grandes, sei que tenho talento para isso!”.


Academia VIGOR amplia seu espaço e traz novos equipamentos de ginástica para Paraisópolis



Se você é daqueles que fica adiando o dia de entrar em uma academia porque não conhece alguma de qualidade, a partir de agora não terá mais desculpas, pois a academia Vigor acaba de inovar mais uma vez, ampliou o seu espaço para que os clientes possam ter mais mobilidade e conforto na hora de se exercitarem e entrar em forma. Também adquiriu novos equipamentos aumentando assim a variedades de aparelhos o que já era um significativo diferencial entre as maiores academias de Paraisópolis.


Além de aumentar a auto-estima conseguindo aquele corpinho tão desejado, fazer academia traz muitas vantagens para a saúde corporal. Para as mulheres as vantagens são diversas: emagrece, melhora a postura, faz bem para o condicionamento físico daquelas que têm uma vida corrida, endurece tudo desde a panturrilha ao bumbum, e acima de tudo faz um bem danado para estética corporal. “Com apenas 40 dias, o cliente da Academia Vigor já vê os resultados”, garante o Personal Training Paulo, um dos profissionais que acompanham os alunos na prática dos exercícios.

A "Gente na Comunidade" e Óticas Mendonça fazem Campanha da Solidariedade em Paraisópolis




O grupo de ação social “A Gente Na Comunidade” em parceria com as Óticas Mendonça, realizou no dia 30 de maio, no “Dia da Solidariedade”
Os moradores de Paraisópolis puderam fazer gratuitamente exames de vista, glicemia e auferir a pressão. Também tiveram direito a corte de cabelo, pedicure, manicure com pintura de unhas diversificadas, além de orientação jurídica. Para as crianças teve algodão doce, pipoca e pula-pula.
Mais de 700 pessoas foram atendidas no “Dia da Solidariedade” e 40 colaboradores das duas entidades ajudaram na realização do evento.
A Óticas Mendonça costuma realizar eventos como este não só em Paraisópolis mas também em outras comunidades de São Paulo.
“É um prazer poder realizar eventos que ajudem as pessoas a se sentirem mais felizes e resolverem seus problemas”, diz o dono da Óticas Mendonça. “A equipe do ‘A Gente Na Comunidade’ está de parabéns pelo maravilhoso trabalho realizado”, conclui.

domingo, 13 de junho de 2010

Jardim Colombo faz grande festa para Trabalhadores


Amor Eterno- Macelo e Liliane.

A União de Moradores do Jardim Colombo realizou uma grande festa no dia dos trabalhadores para os moradores da comunidade. A banda de forró “Amor.com” composta por Ivan Melo (vocalista) e Tarciso (teclado) cantou grandes sucessos do forró brasileiro. Apresentaram-se também a banda “Amor Eterno” com os integrantes Macelo e Liliane que deu um show no palco. A banda “Amor Eterno” é muito querida pela população do Jardim Colombo e vem ganhando cada vez mais espaço no meio musical da região.


Ivan Melo show garantido por onde passa.


Marcos Lima vocalista e tecladista.

Fiel Paraisópolis X Bar do Flamenguista


O Brasil é, sem dúvida, o país do futebol e o amor pelo futebol é tão grande que torcedores fazem coisas um tanto quanto interessantes para demonstrar a paixão pelo time que torcem.

Quem passa pelo cruzamento das ruas Melchior Giola e Pasquale Galupi não deixa de notar o Bar do Flamenguista.A idéia de montar um bar para torcedores do Flamengo partiu de Ademir Lima de 38 anos, o que no começo pareceu apenas mais um bar da comunidade, hoje é o ponto de encontro para os torcedores do Flamengo assistirem aos jogos do time. O vínculo entre os torcedores é tanto que todos já se conhecem. Em dias de jogos o bar fica pequeno para tantos Flamenguistas. Na última disputa contra o Corinthians, o bar ficou lotado, quem não conseguiu entrar assistiu na rua mesmo, o que não foi problema, pois o bar tem dois telões de LCD.

O bar está sob a administração do flamenguista Fabio de Andrade, 35, que promete não mudar a decoração do bar e sente muito orgulho em servir a torcida e trabalhar no bar que é o ícone do time na comunidade.

Fiel Paraisópolis


Que o Corinthians foi eliminado do grande sonho da Libertadores, todo mundo já sabe, o que a maioria dos moradores de Paraisópolis não sabe é que a os torcedores da Fiel na comunidade, têm uma grande torcida organizada.

A Fiel Paraisópolis (nome dado à torcida organizada do Corinthians em Paraisópolis) nasceu com um grupo de 17 corintianos que todos os dias de jogos do Timão se reuniam na casa do Biru, (um dos torcedores) na rua Iratinga. Aos poucos os torcedores foram se juntando ao grupo, a torcida foi ganhando forma, uma bandeira gigante do timão foi improvisada, uma faixa enorme também, e no jogo do dia 1 de Junho de 2009 contra o Internacional a torcida foi definitivamente oficializada. O casal de corintianos, Paulo Martins (Paulinho, e Juliana Bolone, ambos de 28 anos, diz que a torcida conta com mais de 700 integrantes. Para torcer pelo Timão, já foram em caravana de ônibus para o Rio de Janeiro, Santa Catarina, Goiânia, Maranhão, Porto Alegre, Bauru e até para Argentina. No dia do jogo contra o Flamengo a torcida Fiel Paraisópolis reuniu mais de 700 torcedores no campo do Palmeirinha para assistir em um telão ao jogo que classificaria o time para o grande sonho da Libertadores. A idéia era fazer com que moradores trouxessem a família para assistir e torcer pelo Timão.














Prefeitura não está pagando o aluguel social


Toda terça, um grupo moradores da comunidade de Paraisópolis, que saíram de áreas de risco ou interditadas pela Prefeitura de São Paulo, vão ao canteiro de obras da Camargo Correia reclamar do atraso que tem havido no pagamento do aluguel social às famílias. Os atrasos variam de 3 a 5 meses, é o caso da moradora Tamires de Jesus Andrade de 20 anos, ela mora com as duas filhas e uma irmã na mesma casa, ela diz que é um incomodo muito grande ter que ir cobrar o aluguel, pois além de ter que faltar ao emprego parece não haver solução para esse problema, ela também se acha injustiçada, pois já é o quinto mês que tira do próprio bolso o dinheiro do aluguel que a prefeitura tinha que pagar. Além do incomodo de ter que esperar, do lado de fora do canteiro, para ser atendida, ela diz que já passou até mau esperando em um dia de sol forte. Moradores têm reclamados principalmente que já estão cansados de receber listas para assinarem e não ver o problema do pagamento do aluguel ser resolvido. O responsável pelo atendimento dos moradores no canteiro de obras diz que parte do alugueis já foram pagos e que também já está sendo tomado providencias para regularizar o restante dos pagamentos, informa também, que a partir do dia 08 de junho, 38 famílias começarão a se mudar para os blocos 6 e 7 do condomínio C, nas próximas semanas também serão liberados os blocos 8, 9 e 10 para que os moradores já posam morar com dignidade e saiam desta situação.

Planta e Raiz em Paraisópolis!


Por Mayara Penina

No último sábado, 15 de maio, o grupo de reggae Planta e Raiz esteve fazendo show no Céu Paraisópolis.

Um dos expoentes do reggae no Brasil, a banda Planta e Raiz, se apresentou na Virada Cultural 2010 no Céu da comunidade e centro de São Paulo, cantando seus maiores sucessos. São componentes da banda: Zeider (vocal), Juliano (percussão) ,Samambaia (baixo), Fernandinho (guitarra base), Franja (guitarra solo), Cuio (bateria), e Osvaldinho (teclados).
Com 12 anos de carreira, a banda tem seu sucesso consolidado e é uma das mais representativas do segmento do reggae.
Já dividiram palco com The Wailers, Edson Gomes, Tribo de Jah, entre outros. Em 2002, o grupo recebeu o Prêmio Qualidade Brasil, como banda que mais se destacou no meio musical.

O Jornal Paraisópolis News esteve no show e conversou com os garotos. Confira!


JPN: Show íntimo não é?

PL:É meio estranho, só tocamos uma vez em auditório.


JPN: Qual a sensação de tocar em virada?

PL:É nossa 1º virada, nossa estréia. É muito bom tocar no palco do Reggae, um espaço onde só vai ter banda de REGGAE. É uma novidade para a gente.


JPN: Houve alguma preparação especial?

PL: A preparação que antecede o show é uma oração, pedimos a Deus para nos proteger.



Estamos nos preparando desde o começo, estou muito feliz, muito confiante. Tocar no centro de São Paulo, no lugar onde a circulação de pessoas é gigante, 4 a 5 milhões de pessoas andando pela cidade, prestigiando os palcos. Eu acho que nos preparamos para isso a vida inteira. “A gente vai fazer o que gosta.”


JPN: Algum recado para deixar para leitores do jornal que curtem a banda?

PL: Fiquem ligados que tem CD novo chegando! O título provisório é “MANIFESTAÇÃO DO AMOR”, produzido e dirigido pelo Tato, do Falamansa. Obrigada por acreditar na gente!




UBS II É Interditada

USB II fechada

UBS I lotada

O posto de saúde UBS II (Unidade básica de Saúde) foi fechado, trazendo ainda mais transtornos para os moradores que dependem do serviço público de saúde. Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria Municipal de Saúde, o imóvel foi fechado por não oferecer condições de segurança, tanto para funcionários como para a população, pois um muro de arrimo está cedendo,.Moradores da comunidade nos informaram que os problemas vão muito além disso.

Nesse imóvel que foi fechado, há algum tempo vinha acontecendo problemas com a estrutura do local. Trinca nas paredes e no piso, goteiras no teto e rebaixamento do piso, algumas salas tiveram que ser isoladas, são alguns dos problemas. Pois não dava para atender pacientes com goteiras caindo sobre a cabeça deles. Para piorar o problema, houve os 40 dias de chuva do início do ano, que contribuiu para agravar a situação de um muro de arrimo que está caindo na parte detrás do imóvel. Moradores têm reclamado da demora no atendimento e da falta de médicos em diversas áreas médicas.

Para atender a demanda que se concentrou na UBS I os atendimentos para a população também estão sendo feito provisoriamente em mais dois espaços cedidos na comunidade, são eles; Casa do Calvário, Rua Rudolf Lotz, 422 e na Igreja de São José, Rua Itajubaquara, 390,esquina com Rua Ricardo Avenárius.

A assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal da Saúde informa que a UBS Paraisopolis II será submetido a uma nova avaliação da equipe técnica da Coordenação de Planejamento e Desenvolvimento Urbano da Subprefeitura Campo Limpo, para elaboração de um laudo pericial que possibilite a reativação de uma parte do serviço no local. Enquanto a CRSS loca e faz as devidas adequações em outro imóvel na região. A UBS Paraisópolis I, localizada na Rua Melchior Giola, 80, continuara dando suporte em serviços como vacinação, inalação, curativos, dispensação de medicamentos e insumos.




Rap no dia dos trabalhadores

Guga Brown da show de apresentação no palco.

O dia dos trabalhadores foi comemorado de forma especial para quem curte Hip-Hop, sob o comando de Guga Brown, o teatro do CEU Paraisópolis, foi palco para o show de Rap organizado pela rapaziada do PZL (Paraisópolis Zona Sul) em comemoração ao dia dos trabalhadores. Os grupos de Rap da comunidade e da zona sul de São Paulo deram um grande show e mostraram que o ritmo é, sem dúvida, a voz da periferia.
Participaram do evento os grupos Di Função, Guardiões da Visão, Raciocínio Trágico, Terrorista Verbal, Ação Fatal e participação especial do extremo sul de São Paulo dos cantores Banndog, e 3XM cantando sucessos do seu novo trabalho como as músicas Zé Povinho e Talarico.
As mulheres também mostraram que sabem cantar rap. Dilene e Marcia do Grupo Ação Fatal emocionaram a platéia quando cantaram a música Minas de Atitude. A dupla de Paraisópolis, Anderson e Edilson dos Guardiões da Visão cantou duas músicas que a platéia aplaudiu muito, “Infelizmente é assim” e “Vi dores e alegrias”.
Esteve também presente no palco o DJ Esnoop, que durante o evento animou a platéia com squash e bases musicais.
O evento teve o apoio da administração da área de cultura do CEU Paraisólipolis e contou com a colaboração do Tiago do estúdio “Sou Mais Som”, Alexandre da “Lan House Fenix”, Jornal Paraisópolis News e da equipe “Extremo Sul Estilo e Arte”.



3XM Cantando Talarico Zé povinho

Guardiões da Visão- Anderson e Edison cantando a realidade da favela.

As meninas do grupo Ação Fatal, Dilene e Marcia emocionaram a Platéia.

Banndog cantando Retrato do Brasil.

O grupo Racicínio Trágico entrnado no Palco com Categoria.